Mindset

Encontra a tua ideia de negócio de sucesso

Estás decidido a criar um negócio de sucesso? Ótimo! Terás de enfrentar muitos desafios e assumir muitas responsabilidades, mas vamos começar pelo princípio, pela ideia de negócio. 

Procuras uma ideia inovadora de negócio ou uma ideia de negócio lucrativo, algo que seja a tua cara, que possas desenvolver a partir de casa ou um negócio com pouco investimento inicial? As opções são muitas e o conteúdo deste artigo pretende ser a alavanca que precisas para começar a definir essa mesma ideia de um negócio de sucesso que assente que nem uma luva nas tuas expectativas, realidade e visão!

Grandes empresários que conhecemos hoje em dia, começaram com uma faísca, sem grandes planos, sem grande ideia do que viria atrás. Se estou a escrever este artigo é porque acredito em faíscas e mais, acredito em ti!

Eliminar falsas crenças

1. Começa por eliminar certas crenças 

Ainda subsistem muitas crenças erradas ou mitos sobre começar um negócio de sucesso. Se acreditarmos nelas estão reunidas as condições ideais para ficarmos quietos! Mas não vamos ficar. 

Crença 1 – Tenho de ser um perito no nicho para começar um negócio de sucesso por conta própria. 

Primeiro que tudo, escolhas a ideia que escolheres muito provavelmente será algo que te deixa em grande medida confortável, ou pelo menos assim deve ser, e o mais certo é que a tua audiência seja principiante e nem tenhas noção disso. Ou seja, o mais certo é teres mais conhecimento sobre o teu mercado que 90% das pessoas à tua volta.

Crença 2 – Concorrência. Existe demasiada concorrência no nicho que eu gostava de escolher ou tenho de arranjar uma ideia de negócio que não tenha concorrência.

Ok, no fundo, no fundo, todo o empresário teme a concorrência. Afinal, construir um negócio é um esforço profundamente pessoal, e a própria ideia de ter outra pessoa a tentar jogar o mesmo jogo que nós, pode suscitar sentimentos de ansiedade e defensivos. 

Esta crença, no entanto, é tão prejudicial quanto mal orientada. Os empreendedores que não têm concorrência devem ser cautelosos. Em vez de ser uma força, a falta de concorrência no seu mercado pode ser indicativo de uma séria fraqueza. 

Se fores pioneiro no teu nicho de mercado o mais certo é que tenhas de gastar imenso dinheiro para testar o mercado, e acredita que a concorrência vai surgir, senão antes, depois de teres feito todo o teu investimento. E acredita, vão copiar-te e ultrapassar-te. 

Existem muito poucas razões para uma empresa não ter concorrência e uma delas é extremamente preocupante: podes não ter um produto que as pessoas querem. 

Se existe competição é porque existe procura. Deves por isso dar uma forma diferente ao teu negócio que te destaque da concorrência. Criando, por exemplo, uma oferta irresistível, ou então apostando numa forma criativa de comunicar o teu negócio.

Pensa assim, as pessoas compram-te a ti e à tua personalidade junto com o teu produto ou serviço. Mantém uma mente aberta e lembra-te que a competição pode ser a validação que precisas para o teu produto ou serviço, e que deve ser celebrada e não temida.

Pensa em que temas os teus amigos ou as pessoas que te rodeiam te pedem conselhos ou ajuda. Pode parecer-te algo super normal e sem grande valor para a equação mas significa que tens conhecimentos que podem ajudar os outros a resolver problemas.

Pesquisa ideia

2. Pesquisa uma ideia de negócio de sucesso

Se escreveres no campo de pesquisa do google “ideias de negócios de sucesso” , “ideias para iniciar um negócio lucrativo”, “ideias para montar um negócio diferente” ou ainda “ideias de negócio com pouco investimento”, irás encontrar imensos resultados. 

Ao procurar ideias de negócio, é melhor tentar manter a mente aberta a tudo. O teu primeiro objectivo é pensar no maior número possível de ideias. No entanto, a ideia deste exercício de pesquisa é no final chegarmos a uma lista de 10 ideias de negócio. 

Com uma lista poderás analisar as ideias em relação a quão fazíveis são e rentáveis também. Um negócio de sucesso vende, certo? Então deves ter presente o factor rentabilidade. Que nichos de mercado são mais rentáveis? Deixo-te algumas ideias de serviços /produtos.

No setor da saúde, prestação de serviços de cuidados familiares, em estabelecimento ou domicílio.

Na restauração, restaurante em formato take-away com menus diferenciados a seguirem as novas tendências de hábitos alimentares e entrega ao domicílio.

Mercados de investimento, o sector imobiliário é um bom exemplo.

Sustentabilidade e ecologia. Numa sociedade cada vez mais atenta ao nosso planeta, negócios florescem e outros reinventam-se indo de encontro à necessidade que os seus clientes sentem de diminuir a sua pegada ecológica. Tecnologia, sempre a evoluir e a querer facilitar-nos a vida… 

As opções são muitas, por isso o próximo passo é analisar detalhadamente a tua lista.

3. Analisa detalhadamente a tua lista de 10 ideias de negócio de sucesso

Ponto 1. Escolhe aquelas ideias em que o teu grau de entusiasmo pela temática é elevado.

Verifica que o nicho que escolheste faz sentido para ti e está de acordo com o que gostas de fazer, se for o caso vais ver que as ideias para desenvolver o negócio vão florescer.

Ponto 2. Analisa cada ideia de negócio com cuidado

  1. Pensa nas razões pelas quais cada área de negócio te interessa. Se encontrares apenas 2 ou 3 elimina essa ideia da lista.
  2. O nicho interessa-te mas tens medo porque terás de pedir dinheiro para prosseguir. Se existem clientes que precisam de ti para resolver o seu problema e estão dispostos a pagar por isso, guarda a ideia na lista.
  3. Verifica se existe uma procura contínua do teu produto durante todo o ano. Não deverá ser só um produto sazonal, ou de um evento específico como Natal, dia de S. Valentim. Caso seja, elimina da lista. 
  4. Cria um artigo para cada um dos potenciais negócios da tua lista e verifica em qual deles escreveste com mais dedicação e entusiasmo.
  5. Expressa as tuas ideias à tua volta para ter um feedback mas evita falar com pessoas negativas. Com tanto pessimismo nunca serão isentas e realistas na sua opinião e só irão roubar-te energia e motivação. 

3. Avalia os resultados financeiros possíveis 

  1. É importante verificares o que o mercado que escolheste pode trazer a nível de rendimentos. É importante que não te deixes levar apenas pelo coração. A ideia ingénua que um negócio será de sucesso só porque tu acreditas muito nele, é isso mesmo, ingénua e pode ser um beco sem saída. Se vais criar um negócio é para os teus clientes, não para ti. E tu queres ter retorno financeiro, sem dúvida. 
  1. Procura saber o que os líderes do teu mercado já fazem e como o fazem. 
  1. Lê sobre o assunto. Uma dica, procura na Amazon quais são os bestseller da temática.
  1. Pesquisa em blogs, quão procurado é o teu produto/ serviço para solucionar problemas. Isso será indicador de elevada procura e claro que mais tarde se irá refletir em mais vendas.

4. Já tens a tua ideia de negócio de sucesso, parabéns!!!

Uma vez que tenhas uma ideia de negócio que pensas ter um potencial real, não a guardes para ti! Partilha-a com pessoas da tua confiança para que te ajudem no aperfeiçoamento da tua visão, especialmente se estiverem dentro do teu mercado alvo como potencial cliente para a tua ideia de negócio.

Imagina que a tua ideia é revender produtos de cosmética/ estética e até conheces alguém que tem um gabinete de estética. Será importante partilhar a tua visão e perceber do outro lado quais são as suas necessidades e expectativas. 

Não te esqueças de fazer perguntas: Achas que esta ideia de negócio tem potencial? Como achas que posso concretizá-la? Comprarias este produto ou pagarias por este serviço e, em caso afirmativo, a que preço?

E se não tiveres ninguém ligado à área de negócios que escolheste? Apruma as tuas capacidades de networking, e não te esqueças que mesmo as pessoas que não estão envolvidas no teu negócio podem fornecer um feedback vital pela sua própria experiência como consumidores. O que é que mais valorizam numa marca? Que tipo de serviços privilegiam? 

Obter um feedback honesto, embora por vezes doloroso, é um primeiro passo essencial para tornares o teu sonho de negócio numa realidade.

Posiciona-te como um amigo que vai partilhar um método que vai ajudar a resolver um problema de alguém. É a tua oportunidade de mostrar os conhecimentos que tens na área e atribuir valor ao produto/ serviço que vais desenvolver. 

Podes até ser um expert com conhecimentos específicos mas evita a síndrome de expert. A Síndrome de Expert é quando se começa a considerar que a nossa perícia, os nossos conhecimentos e a nossa experiência são a “base” normal para todos. E acontece quando falamos, agimos e comunicamos como se todos soubessem as mesmas coisas que nós.

Como empresário, não sendo um expert, ou pelo menos não agindo como tal, obriga-me a construir empatia para com os utilizadores do meu produto, porque também estou a aprender com eles. Estou a experimentá-lo da mesma forma que eles, o que me ajuda a ver o meu produto sem preconceitos internos. Não é preciso ser um expert para ver uma oportunidade. De facto, ser um expert irá proibir-te de ver a empresa ou produto da mesma forma que os teus utilizadores, o que poderá fazer com que ignores soluções simples e faças más apostas.

lançar negócio

5. Estás pronto para lançar o teu negócio de sucesso

Para já, o primeiro grande passo está dado: tens a tua ideia de negócio de sucesso! Só falta AGIR! 

A partir de agora terás de desenhar o teu negócio e a melhor forma de o fazer é começar por traçar um plano de negócios. 

O desenvolvimento de um plano de negócios é um passo vital no lançamento de um novo negócio. Os planos de negócios podem ser formais ou informais, mas permitem-te cristalizar os componentes centrais do teu negócio antes do lançamento.

Começa já hoje a trabalhar no teu projeto para ter a vida que mereces!

Segue-me no Instagram @business_mais para te manteres a par das novidades.

Tens algo que queiras partilhar a respeito desta temática?

Diz-me, deixando um comentário em baixo!

Author


Avatar