5 - 2021 Tecnicas de Vendas, venderor, comercial matiassoares.com

Good Contents Are Everywhere, But Here, We Deliver The Best of The Best.Please Hold on!
Data is Loading...
Your address will show here +12 34 56 78
Competências, Tecnicas de Venda

O QUE É MARKETING DE CONTEÚDO?

O marketing de conteúdos é o processo de criação e publicação consistente de conteúdos que o público quer consumir. Envolve marcas que agem mais como editoras e criam conteúdos num destino que lhes pertence (um website p. e.) e que atrai visitantes.

O marketing de conteúdo não é a mesma coisa que conteúdo. 

O marketing de conteúdo foca-se no cliente e responde às perguntas importantes dos clientes, satisfazendo as suas necessidades e desafios.

O marketing de conteúdo permite às empresas alcançar, envolver e converter clientes, utilizando as palavras-chave que os clientes utilizam quando procuram produtos ou serviços. Desta forma é possível à empresa alcançar mais clientes interessados na sua oferta, assim como criar conteúdo no seu próprio website para responder às suas questões.

O marketing de conteúdo representa a lacuna entre o que produzimos como marca e o que o nosso público procura. Conduz a um valor comercial quantificável.

Isso torna-o realmente diferente da publicidade.

Basicamente, Marketing de Conteúdo:

  • é uma oportunidade para alcançar e converter novos clientes.
  • conduz a resultados mensuráveis e ROI (Retorno sobre o Investimento) em relação a táticas de marketing mais tradicionais.
  • conduz a resultados mensuráveis e ROI (Retorno sobre o Investimento) em relação a táticas de marketing mais tradicionais.
  • permite construir relações que aumentam a confiança na marca.
  • foca-se em contar histórias que ressoam com os clientes.
Marketing de conteúdo: finalidade

QUAL A FINALIDADE DO MARKETING DE CONTEÚDO?

Se o teu objectivo principal for as vendas, o teu marketing de conteúdo irá parecer vulgar e a tua voz pode cair em descrédito. Assim, corres o risco de seres visto como alguém que não se preocupa em ajudar o teu público-alvo, estando apenas preocupado em ganhar dinheiro.

O objectivo do teu marketing de conteúdo deve ser construir uma relação com o teu público-alvo, e fornecer-lhes informações durante o processo de compra, dando-lhes as ferramentas para os ajudar a tomar decisões inteligentes.

Quando procuras construir relações significativas com o teu público-alvo e o teu objetivo é ajudar o teu potencial cliente, o teu foco deve ser criar conteúdo genuíno e de relevo. Isto será percebido pelo teu potencial cliente como a ajuda que ele precisa para solucionar o seu problema e por isso terá mais em conta esse mesmo conteúdo.

O Content Marketing Institute diz isto sobre marketing de conteúdo: “…em vez de lançar os seus produtos ou serviços, está a fornecer informações que tornam o seu comprador mais inteligente. A essência desta estratégia de conteúdo é a crença de que se nós, como empresas, fornecemos informações consistentes e contínuas e valiosas aos compradores, eles acabam por nos recompensar.”

Marketing de Conteúdo: 4 mandamentos

OS 4 MANDAMENTOS DO MARKETING DE CONTEÚDO

1. Cria o melhor marketing de conteúdo possível

Fácil de dizer mas difícil de fazer. Tornar o teu conteúdo memorável e cativante é uma arte que tem muitas partes. 

Aqui estão os 6 princípios para orientar a criação do teu conteúdo:

  • Simplicidade
  • Imprevisibilidade
  • Especificidade
  • Credibilidade
  • Emoções
  • Storytelling 

Se conseguires tecer alguns destes princípios na criação de conteúdos, então estás no bom caminho para um marketing de conteúdos fantástico. 

2. Criar conteúdo focalizado

As empresas bem sucedidas conhecem os seus clientes. Compreendem os seus problemas e os seus desejos. O conteúdo tem de ser focalizado em torno desse ecossistema de tópicos que fornece respostas e satisfaz os desejos profundos dos clientes.

O conteúdo precisa ser mantido na base da proximidade ao cliente. Colocares-te sempre no lugar deles e fazer as perguntas “Será isto algo que o meu cliente precisa de saber?” ou “Será que achariam esta informação fascinante?”. Se conheces bem a tua área e és apaixonado pela tua indústria, então sabes quais são essas respostas e informações.

3. Converter leitores em compradores

Marketing conteúdo sem objetivo é um desperdício de tempo e dinheiro para os negócios e marcas. Os objectivos de marketing de conteúdo podem incluir a obtenção de subscritores para a tua lista de correio electrónico, aumentar os gostos do Facebook e finalmente vender um produto ou serviço. Certifica-te que o teu conteúdo converte os leitores em compradores. O marketing de conteúdo precisa de uma página de venda ou “landing page” que converta. Em breve terei um artigo exclusivamente dedicado à criação de landing pages. Se este tópico ainda não é a tua praia, por certo, vais achá-lo de grande utilidade.

Para além de outras questões uma landing page com impacto deve contemplar estes elementos-chave:

  • Urgência e escassez
  • Experimente antes de comprar
  • Prova social

4. Escrever títulos que atraem

Atualmente, as redes sociais oferecem tanta informação gratuitamente que se o título do conteúdo que ofereces não cativar o teu público-alvo à primeira vista ou não ressoar no seu coração desde o primeiro instante, o mais certo é os leitores seguirem para outras contas mais apelativas.

Os nanossegundos e os navegadores fugazes da web são um desafio para os criadores de conteúdos. Tens apenas 3 segundos para captar a atenção e obter o clique no teu link, quer apareça num tweet, numa página de resultados do motor de busca ou num post do Facebook.

Marketing de conteúdo: o poder da tua história

AS MELHORES PRÁTICAS PARA A CRIAÇÃO DE CONTEÚDO

Criar (e Seguir) um Calendário de Conteúdos

Sem um calendário de conteúdos, a tua empresa não tem uma estratégia de conteúdos. Se quiseres construir e fazer crescer uma audiência, a consistência é fundamental.

Coloca em prática a gestão do calendário da mesma forma que organizas os teus outros projectos. Decide com que frequência queres publicar conteúdos de longo formato, e depois mantém-te fiel a esse calendário. 

Utilizar a pesquisa por palavra-chave para lançar as bases

A pesquisa de palavras-chave é o primeiro passo para descobrir qual o conteúdo que o público irá ler e para que poderá ser classificado. Deixo-te algumas estas dicas de pesquisa de palavras-chave:

  1. Optimiza as publicações no blogue começando com a pesquisa de palavras-chave.

Assim é possível certificarmo-nos de que há interesse nos nossos tópicos. Vais querer ver os teus tópicos bem classificados nas páginas de resultados do motor de pesquisa e para isso também é necessário analisares a competição que existe contra ti.

  1. Escrever para palavras-chave de cauda longa

Uma falha comum de quem escreve é escrever conteúdos para palavras-chave curtas que são altamente competitivas. Por exemplo, digamos que alguém procura por artigos sobre a melhor forma de limpar e cuidar do vinil.

Embora “discos de vinil limpo” tenha 1.000 pesquisas mensais médias, “como limpar discos de vinil com água e sabão” tem 40 pesquisas mensais médias, o que, portanto, tem muito menos competição. Logo o teu artigo tem uma maior probabilidade de se classificar bem com esta palavra-chave.

Quando obtiveres relevância nos motores de busca para a palavra-chave de “cauda longa”, as tuas hipóteses de classificação para a palavra-chave mais curta e mais competitiva são mais alcançáveis.

O teu marketing de conteúdo precisa de contar uma história 

 A “narração de histórias” ou storytelling tornou-se uma grande palavra-chave no mundo do marketing de conteúdos. E claro, é verdade que as pessoas gostam de histórias. Gostam também de efeitos especiais. Isso não significa que o teu conteúdo precise de explosões para ter sucesso.

As grandes marcas têm grandes audiências cativas e orçamentos igualmente enormes, por isso podem dar-se ao luxo de contar histórias arrebatadoras. Um pequeno negócio, tem todos os motivos para começar com um marketing conteúdo um pouco mais humilde e provavelmente descobrirá que é muito mais eficaz do que “histórias” elaboradas. Começa por responder a perguntas utilizando a tua própria história ou a de pessoas à tua volta.

Os teus prospetos têm perguntas. E tu tens as respostas. Faz pesquisa de palavras-chave para descobrir quais são essas perguntas, e depois fornece as melhores respostas. Mostrar às pessoas como fazer algo é a forma mais poderosa de construir confiança e demonstrar perícia.

Certifica-te que escreves conteúdo a partir de uma perspectiva humana.  Escrever como uma marca com uma voz afastada não é cativante e tornará mais difícil atrair pessoas.  Consumir conteúdo é uma experiência pessoal.  O público volta-se para as redes sociais, blogs, podcasts, etc. em busca de soluções para os seus problemas. Se o teu estilo não é envolvente e os conselhos não são específicos, continuarão a percorrer o feed.

Investe em Conteúdo Interativo

A palavra na sua forma escrita é poderosa, mas não é suficiente por si só para fazer sobressair. Podes utilizar sondagens, webinars, ferramentas de planeamento e questionários, para impulsionar ainda mais o envolvimento. Distribui-os em canais sociais apropriados, tais como o Facebook para os questionários e o LinkedIn para os webinars

Os questionários fornecem um resultado personalizado, que pode ajudar os vendedores a fechar mais negócios. Ferramentas interativas fornecem um valor imediato aos potenciais clientes, o que gera confiança.

As empresas que atraem mais atenção compreendem a importância de conteúdos planeados, de alta qualidade e variados. Utilizam todos os canais de distribuição à sua disposição para se colocarem à frente dos leitores certos. E se o conteúdo ainda cair por terra? Continuam a criar até que o conteúdo se ligue.

Marketing de conteúdo: promover conteúdos

PROMOVE O TEU CONTEÚDO

Demorará algum tempo até o Google colocar o teu conteúdo em primeiro lugar nos resultados do motor de busca. Até lá, podes simplesmente usar sinais sociais para obter mais visibilidade (e melhor a tua posição na classificação). 

O truque está em partilhar de novo o conteúdo. Repor o conteúdo; transformar os artigos em publicações nas redes sociais, infográficos e até vídeos. Publicar esses artigos em todo o lado.

Podes até tentar publicidade de conteúdo, o que é especialmente benéfico para os potenciais clientes de topo que podem ainda não saber que têm um problema que o teu produto ou serviço pode resolver.

Marketing de conteúdo funciona muito bem para aqueles potenciais clientes complicados.

É ótimo quando se consegue chegar às pessoas que estão prontas a comprar imediatamente, mas é provável que tenha a sua quota-parte de potenciais clientes que ainda se estejam com dúvidas. Esses podemos atraí-los e retê-los com conteúdo.

CONCLUSÃO

Neste artigo quis mostrar como é importante teres uma estratégia de Marketing de Conteúdo e como a podes desenvolver.

Quer a tua marca seja grande ou pequena, os leitores esperam que o teu conteúdo seja profundo, de boa procedência e autêntico, sem falhas.

Na era dos filtros Instagram, o teu público está à procura de algo um pouco mais genuíno.

O consumidor moderno não se envolve apenas com uma marca – o consumidor quer ser parte da história de uma marca.

53% dos utilizadores esperam que as empresas mostrem responsabilidade corporativa nos meios de comunicação social, bem como transparência  que sejam transparentes quanto a mudanças em produtos ou serviços.

Pode ser necessário um pequeno esforço extra, mas é evidente que a transparência vale bem a pena.

Com o desenvolvimento de novas tecnologias e um público potencial em constante crescimento, o marketing de conteúdos só continuará a tornar-se mais importante.

Segue-me no Instagram @business_mais para te manteres a par das novidades.

Tens algo que queiras partilhar a respeito desta temática?

Diz-me, deixando um comentário em baixo!

0